quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Vermelha

Estou fazendo um apanhado de todas as situações constrangedoras que já passei pelo meu excesso de peso. Tenho lembranças ainda tão vivas! Desde um término de relacionamento, no qual, a frase mais marcante foi: “aproveita e vai fazer academia pra perder peso!”, até as brincadeirinhas e comentários “inocentes” dos antigos colegas de escola.



A grande questão é que desde pré-adolescente sempre recebi elogios como: “que rosto lindo!”, isto é, sempre fui a menina do rosto de boneca, mas nunca a menina linda por inteiro. Todas as tias-avós, na intenção de ajudar, sempre tinham receitas de sopas e sucos para as deitas mais escabrosas possíveis. Sempre me sentia ferida quando era o assunto alvo nos almoços de domingo, e com tempo desenvolvi uma colação infindável de sorrisos amarelos.

As últimas situações constrangedoras partiram da família, PARTE desajustada, do meu atual namorado. Certa vez, em um almoço de domingo, conheci uma tia indelicada vinda de outro estado. Totalmente sem freios na língua a amada titia não se agüentava de satisfação em conhecer a namorada “gorduchinha” do sobrinho. Eu quis abrir um buraco e me esconder! Outra vez, escolhi um vestido rosa e um par de sapatos de salto “nude” para um evento; chegando ao local, meu amado namorado foi surpreendido pela pergunta seguida da afirmação mais dura: “por você namora ela? Ela é gorda!”, detalhe, palavras saídas da boca de um primo sem dentes.

Okay, compreendendo que a minha futura família falou tudo em tom de brincadeira, afinal quem não gosta de fazer piadinha com gente gordinha?! Como se todo “gorduchinho” tivesse que por obrigação enterrar todo ego, orgulho e amor próprio em suas camadas generosas de tecido adiposo!

9 comentários:

disse...

Certa vez, resolvi emagrecer porque meu irmão soltou essa:"Mana, se você tivesse caroço seria uma jaca!".
Complicado. Mas, ao invés de ofender, resolvi virar o jogo e consegui por uns dois anos ficar no meu peso ideal.
Depois, vieram várias fases ruins e com elas o ganho de peso novamente. Agora, quero perder peso porque tenho 43 anos e histórico familiar de diabetes, portanto, não posso vacilar.

Trinta Quilos disse...

Querida Jô, todo mundo faz piadinhas achando um máximo, mas ninguém entende que isso é desrespeito e magoa demais. Mas estou fazendo exatamente o que você disse, transformando essas mágoas em força pra seguir em frente e fazer uma repaginada total! É isso aí, saúde sempre!

Beijinhos!

♀ Gessicɑ Bɑrrɑdɑs ♀ disse...

Que bom que gostou. Fico feliz!
Nós podemos, é isso aí.

♀ Gessicɑ Bɑrrɑdɑs ♀ disse...

Você conhece este blog?

http://www.desafiodasestacoes.com/

Você vai encontrar algumas postagens minhas lá... Mas não é meu. Somente ajudo lá... É de Bruna.

♀ Gessicɑ Bɑrrɑdɑs ♀ disse...

Rs... Cuidado com os finais de semana viu. Você irá começar fiel na segunda-feira... Mas não aproveite sábado e domingo para comer bastante não viu. (Conselho)...
Beijos

♀ Gessicɑ Bɑrrɑdɑs ♀ disse...

Olá... Bom dia!
Obrigada... :-D
É verdade... Concordo com você.

kkkkkkkkkkkkk

Para você também.
Um abraço.

Mi disse...

Noossa, já passei por umas parecidas e odeio essa história de "como tua é linda de rosto" pra mim isso não é um elogio. Gostei do teu blog, uma hora que puder vem conhecer o meu
http://toicinhas.blogspot.com.br/

Bjs,
Mi

Luana Lima disse...

Nunca namorei por causa disso. Muitos homens não gostam de meninas gordinhas ou talvez tenham vergonha de apresentá-las a quem quer que seja.
Muitas pessoas insistem em acreditar que existe um padrão de beleza imposto pela nossa cultura e é preciso seguí-lo. Mas esquecem que a nossa cultura é a primeira a nos estimular a adotar hábitos alimentares muito ruins para a nossa saúde física e emocional.
Não sei, penso dessa maneira...

♀ Gessicɑ Bɑrrɑdɑs ♀ disse...

Boa tarde!:-D Obrigada pelo linda...
Deus é tudo.
Amém... Você também!
Bjinhos!!!